Última hora

Última hora

Um elenco de luxo no apocalipse de Los Angeles

Em leitura:

Um elenco de luxo no apocalipse de Los Angeles

Um elenco de luxo no apocalipse de Los Angeles
Tamanho do texto Aa Aa

Um elenco de luxo, uma festa em Los Angeles, o apocalipse: Pode ser este o resumo de “Isto é o fim” (“This is the End”, no original), o novo filme realizado por Seth Rogan e Evan Goldberg, que nos leva até à própria casa do ator James Franco. A nós e a uma constelação de novas estrelas de Hollywood.

Tudo começa numa festa na casa do já citado James Franco. Entre os convidados presentes estão, por exemplo, o próprio Seth Rogan, Michael Cera, Jonah Hill, Emma Watson, Jason Segel, Paul Rudd e, pasme-se, Rhianna e os Backstreet Boys.

Seth Rogan recorda-nos o ano de 2006, quando ele e Jay Baruchel fizeram “um pequeno filme com Evan Goldberg” – refere-se a “ Jay and Seth vs. The Apocalypse” . “Era sobre dois homens presos numa casa enquanto o mundo estava a acabar. Sempre nos pareceu uma ideia divertida. Andei a mastiga-la anos e anos e lentamente ela desenvolveu-se neste filme”, conta o correalizador de “Isto é o fim.”

No decorrer da festa, o que parecia ser um tremor de terra acompanhado de estranhos barulhos leva os convidados a fugir em histeria para o exterior da casa de James Franco. Uma série de acontecimentos como explosões e crateras a abrirem-se no chão criam no núcleo de ilustres atores presentes no filme, todos a fazer deles próprios, a curiosidade que só nos filmes aparece de quererem descobrir o que se está a passar em Los Angeles.

“Quando o li [o argumento], pensei: Isto é hilariante! É o mais louco e absurdo ponto de partida para uma história de que alguma vez ouvi falar. Tenho de fazer isto”, confessa-nos Emma Watson, atriz que se apresenta na festa de James Franco bem mais crescida do que a menina a quem deu vida como a melhor amiga do pequeno feiticeiro Harry Potter.

“Isto é o fim!” estreou no início de junho nos Estados Unidos. A 11 de julho chega às salas portuguesas. Em setembro, estreia em França e no Brasil.

Mais sobre cinema