Última hora

Última hora

Erdogan acusa manifestantes de golpe de Estado encapuzado

Em leitura:

Erdogan acusa manifestantes de golpe de Estado encapuzado

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro turco acusa os manifestantes da Praça Taksim prejudicarem “deliberadamente” a imagem e a economia da Turquia.

Recep Tayyip Erdogan, que discursou perante o grupo parlamentar do seu partido, o AKP, vai mesmo mais longe e acusa-os de tentativa encapuzada de golpe de Estado.

“Podem plantar árvores, podem fazer tudo isso, não há obstáculos. Mas apresentar a situação como se houvesse obstáculos à liberdade é uma tentativa de encontrar alternativas ao que não conseguiram fazer nas mesas de voto. As questões ambientais são usadas para diferentes ações, diferentes objetivos e mentalidade, mas também são usadas para disfarçar um levantamento ilegal contra um governo democraticamente eleito”, afirmou Erdogan.

O discurso de Erdogan, muito aplaudido pelo seu partido, ocorreu poucas horas depois de a polícia ter desalojado, pela força, os manifestantes que, há cerca de uma semana, assentaram arrais na praça Taksim, em Istambul.