Última hora

Última hora

Radiotelevisão grega é a mais recente vítima da austeridade

Em leitura:

Radiotelevisão grega é a mais recente vítima da austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

A radiotelevisão pública grega vai fechar portas. A ERT deixa de emitir a partir da meia-noite.

O anúncio foi feito pelo porta-voz do governo em conferência de imprensa. A decisão foi tomada graças a uma lei que permite ao executivo fazer a reestruturação das empresas públicas, tal como exige a troika.

Trabalhadores e sindicatos não se conformam.

“Este decreto é inconstitucional. Estão a destruir ou a tentar destruir a televisão pública” afirma um advogado.

“Estão a tentar pôr as mãos na ERT, mas os trabalhadores vão esmagá-los” refere um funcionário da empresa.

No total, 2.800 trabalhadores vão ser despedidos.

A radiotelevisão grega vai dar, mais tarde, lugar a uma nova empresa de menor dimensão.

A decisão tomada, unilateralmente, pelo primeiro-ministro grego apanhou de surpresa os próprios parceiros de governo.