Última hora

Última hora

Revolução à vista com o petróleo e o gás de xisto

Em leitura:

Revolução à vista com o petróleo e o gás de xisto

Tamanho do texto Aa Aa

Revolução à vista no setor energético mundial. A agência norte-americana de Estudos sobre a Energia (EIA) estima que as reservas de petróleo e gás de xisto representem 11% do crude, tecnicamente explorável, e 47% do gás disponível.

O relatório da EIA engloba 41 países e conclui que a Rússia é o país com maiores reservas de petróleo de xisto. Terá cerca de 75 mil milhões de barris. Seguem-se os Estados Unidos com 58 mil milhões e a China com 32 mil milhões de barris.

Mas a própria agência recorda que uma coisa é extração, através de uma técnica contestada pelos ecologistas, outra é a rentabilidade.

Estados Unidos e Canadá são os únicos países com uma produção comercial. Nos Estados Unidos, o petróleo de xisto representou 29% da produção total no ano passado.

Já na Polónia, várias companhias desistiram devido às dificuldades do processo. Para extrair os hidrocarbonetos, as empresas têm de perfurar a rocha a grande profundidade com uma mistura de água e produtos químicos injetados a grande pressão.