Última hora

Última hora

Ativistas do Femen condenadas a 4 meses de prisão na Tunísia

Em leitura:

Ativistas do Femen condenadas a 4 meses de prisão na Tunísia

Tamanho do texto Aa Aa

Quatro meses e um dia – é a pena de prisão a que foram condenadas as três ativistas do Femen, que protagonizaram um controverso protesto em Tunes, de seios à mostra, como é habitual entre as membros deste movimento.

As duas francesas e uma alemã manifestavam-se à porta de um tribunal, no passado dia 29 de maio, para exigir a libertação de uma ativista tunisina, Amina Sboui, e para denunciar a deriva ditatorial no país que viu nascer a Primavera Árabe. Foram condenadas por atentado contra o pudor e contra a moral pública.

Amina está a ser a julgada por ter pintado a palavra “Femen” no muro de um cemitério muçulmano em Kairouan, em protesto contra um ajuntamento salafista. Nos últimos meses, tornou-se conhecida por ter publicado fotos na sua página do Facebook, em tronco nu, com as palavras “o meu corpo pertence-me a mim, não à honra dos outros.”