Última hora

Última hora

Calma aparente após mais uma noite de confrontos na Turquia

Em leitura:

Calma aparente após mais uma noite de confrontos na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A calma regressou à Praça Taksim, em Istambul, na Turquia, após mais uma noite de contestação ao governo.

Em poucos minutos, a polícia – recorrendo a canhões de água e gás lacrimogéneo – conseguiu dispersar os manifestantes e recuperar o controlo do local.

Foi mais um dia de confrontos entre autoridades e populares. A repressão policial, considerada excessiva por muitos países ocidentais, tem estimulado manifestações em todo o país.

Segundo o primeiro-ministro turco, os protestos são da responsabilidade de “vândalos” e “extremistas” para os quais não haverá mais “tolerância”.

O governador de Istambul garantiu que as autoridades não vão descansar até libertarem a praça dos “grupos marginais” que a ocupam desde o final de maio.

O que começou por ser um protesto contra a construção de mais um centro comercial, transformou-se numa vaga de contestação ao governo, que é acusado de tentar “islamizar” a sociedade turca. O Ocidente não esconde as preocupações pelos problemas num país que faz fronteira com a Síria, Irão e Iraque.