Última hora

Última hora

"Monstro de Cleveland" quer evitar pena capital

Em leitura:

"Monstro de Cleveland" quer evitar pena capital

Tamanho do texto Aa Aa

Ariel Castro, o homem que ficou conhecido como o “monstro de Cleveland” declara-se inocente, mas está disposto a negociar com a justiça.

O arguido de 52 anos é acusado de vários crimes, entre eles sequestro, violação e homicídio agravado, punido com pena de morte.

Uma condenação que a defesa quer evitar a todo o custo.

“O meu cliente corre o risco de ser condenado a centenas de anos de prisão devido às acusações que sobre ele pesam, mas quer que continuemos a trabalhar para que não seja julgado por homicídio agravado evitando, assim, a pena capital” afirma Craig Weintraub, o advogado de defesa.

O Procurador já fez saber que vai pedir a pena de morte para Castro.

O caso veio a público depois de uma das três vítimas, Amanda Berry ter fugido da casa onde foi mantida em cativeiro durante uma década No mesmo local foram encontradas, mais tarde, duas outras mulheres sequestradas em 2002 e 2004.