Última hora

Última hora

Cabos que se elevam nos arranha-céus

Em leitura:

Cabos que se elevam nos arranha-céus

Tamanho do texto Aa Aa

Londres vista do céu é um espetáculo majestoso. Mas com o aumento da altura das urbanizações cria-se um problema para os fabricantes de elevadores. Um fabricante de elevadores finlandês anunciou recentemente uma nova tecnologia que permite que que se eleve até 1 km, duas vezes a distância atualmente viável. A Euronews falou sobre esta inovação denominada “UltraRope” com o chefe de tecnologia da empresa.

euronews: “Qual é a inovação? O que é que está a apresentar? “

Johannes de Jong: “É isto. É uma peça muito leve de corda. Muito mais leve do que os cabos de aço normal e muito mais forte. Com esta corda consegue-se, por exemplo, num edifício alto 560 metros – uma redução de 95% do peso da corda, resta apenas 5% do peso da corda. E tem que se lembrar que o peso da corda neste tipo de altura é cerca de 60% do peso total do elevador.”

euronews: “O que é isto? De que é feito? Qual é a diferença entre as cordas convencionais e esta?”

Johannes de Jong: “Cabos convencionais são cordas de aço de alta resistência. Esta corda é feita de fibra de carbono com um revestimento de alta fricção que nos permite dar-lhe a fricção correta.”

Cerca de vinte novos edifícios com mais de quinhentos metros de altura estão a ser projetados em todo o mundo, todos mais altos que o Shard, em Londres – atualmente o edifício mais alto da Europa.

euronews: “O fascínio com edifícios altos remonta há um longo tempo, basta pensar na Pirâmide de Giza, com 4000 mil anos. Graças à tecnologia, estas barreiras da altura continuam a ser quebradas. Agora é esperar para ver o que esta inovação em particular vai significar para o futuro dos arranha-céus.”