Última hora

Última hora

Pyongyang culpa Seul por cancelamento das negociações

Em leitura:

Pyongyang culpa Seul por cancelamento das negociações

Tamanho do texto Aa Aa

Caíram por terra, aquelas que seriam as primeiras negociações entre as duas Coreias nos últimos seis anos. Pyongyang acusa o vizinho do Sul de movimentos “sinistros” que conduziram ao fracasso da reunião ao mais alto nível que estava prevista para esta semana.

Os dois países não conseguiram chegar a acordo sobre a composição das delegações. A Coreia do Norte fez saber que não estava satisfeita com o chefe da delegação do Sul, afirmou um responsável do governo de Seul. Pyongyang queria um representante ao mesmo nível do que dirigia a delegação do Norte.

Segundo um analista de uma universidade sul-coreana, “a Coreia do Norte pode vir a retomar as negociações ainda antes da cimeira Coreia do Sul-China”. Pyongyang tem todo o interesse em relançar o lucrativo negócio que tem com o Sul na zona industrial próximo da fronteira.

A anulação das negociações esvazia a esperança numa reaproximação das duas Coreias após meses de tensão em crescendo e ameaças de ataque nuclear da parte de Pyongyang.