Última hora

Última hora

Relações Pequim Washington postas à prova

Em leitura:

Relações Pequim Washington postas à prova

Tamanho do texto Aa Aa

O caso do ex-técnico da CIA Edward Snowden põe à prova as relações entre Pequim e Washington.

O governo dos EUA acusa a China de espionagem, mas em entrevista concedida ao jornal de Hong Kong Snowden revelou que Washington faz o mesmo com China e Hong Kong desde há anos.

Esta troca de acusações acentua a desconfiaça em relação ao políticos: “Estou preocupada porque não é claro quem pode exercer o controlo. Há pouca informação sobre como funciona o mundo da internet . Sinto que a minha privacidade pode ser comprometida.”

“Este incidente está a prejudicar a credibilidade do governo dos EUA, porque temos a impressão de que o governo dos EUA é fiável e justo com os seus cidadãos. Agora descobrem que o governo não é digno de confiança.”

O escândalo provocou um debate sobre as fronteiras entre a segurança e a privacidade cujas consequências imprevisíveis.

Em Washigton o diretor Nasa defende que os programas de vigilância outrora secretos permitiram evitar dezenas de ataques terroristas: “O mal já foi feito, abrindo assim e como consequência uma brecha na nossa segurança. Não só nos Estados Unidos, mas também nos países aliados deixarão de ser tão seguros como eram há duas semanas.”