Última hora

Última hora

Turquia: PM lança derradeiro apelo aos manifestantes

Em leitura:

Turquia: PM lança derradeiro apelo aos manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

Na Turquia o braço-de-ferro entre o governo e os opositores do regime não dá sinais de abrandar.

Quase duas semanas após o início das manifestações tudo sugere que a situação está prestes a entrar numa nova fase.

Esta quarta-feira governo e representantes dos manifestantes chegaram a acordo sobre a realização de um referendo.

Falando em Ancara, o primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan lançou esta quinta-feira um apelo final aos manifestantes.

“Ninguém pode invadir o parque. Até agora temos sido pacientes mas a paciência está a esgotar-se. É o meu último aviso. Apelo aos pais e às mães, por favor façam algo com os vossos filhos”, afirmou Erdogan.

O apelo lançado pelo primeiro-ministro não surtiu efeito entre os ocupantes do parque Gézi em Istambul.

Os manifestantes não dão sinais de estarem prestes a abandonarem o local.

“O que o primeiro-ministro disse é a sua versão dos acontecimentos. A nossa versão é continuarmos aqui sentados. vamos utilizar os nossos direitos democráticos. Quando nos forçarem a abandonar o parque então lidaremos com a situação. Todos aqui pensam assim”, adiantou Levent Yilmaz, um dos manifestantes no parque.

Apesar de conversações realizadas na quarta-feira entre o governo e representantes dos manifestantes muitos grupos da sociedade civil boicotaram o diálogo afirmando que não foram convidados e que não se sentem devidamente representados.

Entretanto, em Ancara, as autoridades já iniciaram a remoção de manifestantes que ocuparam um parque na cidade em solidariedade para com os opositores em Istambul.