Última hora

Última hora

Pellegrini no Manchester City e Schuster no Málaga

Em leitura:

Pellegrini no Manchester City e Schuster no Málaga

Tamanho do texto Aa Aa

Manuel Pellegrini troca o Málaga pelo Manchester City e abre espaço no clube espanhol para Bernd Schuster. O chileno, de 59 anos, foi confirmado de forma oficial pelo vice-campeão inglês pouco depois de os andaluzes terem anunciado a contratação do alemão, de 53.

Pellegrini sucede ao italiano Roberto Mancini, que depois de ter conduzido a milionária equipa dos citizens ao título inglês há um ano, não conseguiu defender o ceptro e terminou a presente temporada na segunda posição da Premier League atrás do rival Manchester United.

O chileno, por sua vez, conduziu o Málaga aos quartos-de-final da Liga dos Campeões, deixando pelo caminho, por exemplo, o campeão português, o FC Porto. Na Liga espanhola, Pellegrini terminou na sexta posição, lugar que deveria apurar o clube andaluz para a próxima edição da Liga Europa. Uma suspensão da UEFA, já confirmada pelo Tribunal Arbitral do Desporto, impede, contudo, o Málaga de competir nas provas europeias da próxima temporada por não ter respeitado dentro dos prazos previstos as regras do fair play financeiro imposto pelo organismo europeu.

A suspensão europeia do Málaga não parece, porém, preocupar Bernd Schuster. Horas antes do anúncio da contratação de Pellegrini pelo Manchester City, o clube andaluz já havia confirmado a entrada do treinador alemão para a vaga deixada em aberto pelo chileno.

Bernd Schuster estava sem clube desde que foi dispensado em 2011 pelo Besiktas, onde orientou Simão, Quaresma e Hugo Almeida. Antes, o alemão tinha sido também dispensado do Real Madrid, a meio da segunda temporada no clube onde havia sido campeão em 2007/08 e no qual a primeira contratação oficializada foi a do internacional português Pepe. A ligação de maior sucesso na carreira de Schuster foi a que manteve com o Getafe (2005-2007), com o qual chegou à final da Taça do Rei em 2006/07 – perdida para o Sevilha.

O regresso do alemão à Liga espanhola é carimbado com a assinatura de um pouco usual contrato de 5 anos com o Málaga, onde, depois do Besiktas, volta a encontrar, à partida, um novo trio de internacionais portugueses: Duda, Eliseu e Antunes.