Última hora

Última hora

Grécia: ERT não para

Em leitura:

Grécia: ERT não para

Tamanho do texto Aa Aa

Na ERT os funcionário não deixam parar a engrenagem. Trabalham, sem parar, numa espécie de autogestão, para que não lhes tirem o ganha-pão. Eles não baixam os braços nem aceitam a decisão do governo encerrar o serviço.

Nikos Michalitsis, diretor dos técnicos explica:

“Todos os nossos colegas, mesmo aqueles que estavam em férias estão de volta. Eles estão todos aqui e trabalham a tempo inteiro.”

Na ERT a informação segue 24 horas por dia e contempla tudo o que se passa no país, as consequências e reações, internas e externas, da decisão do governo. A emissão estará a ser retransmitida pela União Europeia de Radiodifusão.

“Nós tínhamos perdido o contacto com os gregos que vivem no exterior. Consegui-lo emociona-me e dá-me força para continuar “ desabafa Christos Doukas, ex-diretor de serviços técnicos.

Jornalistas e técnicos continuam a trabalhar dia e noite para manter a ERT no ar. Não importa o cansaço, eles estão determinados a manter-se em pé até o serviço público de radiotelevisão ser reaberto.