Última hora

Última hora

Paquistão: grupo armado sunita reivindica ataques em Quetta

Em leitura:

Paquistão: grupo armado sunita reivindica ataques em Quetta

Tamanho do texto Aa Aa

O oeste do Paquistão volta a ser palco de uma jornada de violência que provocou mais de 20 mortos em Quetta.

Um grupo armado atacou, esta manhã, um autocarro de uma universidade feminina, matando pelo menos 11 estudantes e ferindo pelo menos 27.

O ataque foi seguido da ocupação de um hospital local por um grupo de vários homens armados que provocaram pelo menos quatro deflagrações dentro do edifício.

Depois de várias horas de combates, o exército afirma ter abatido oito homens armados, capturando um com vida. Mais de trinta reféns foram libertados após o assalto das autoridades.

O ataque ocorreu na província do Baluchistão, uma região rica em recursos minerais e gás, palco desde há vários anos dos ataques de uma guerrilha separatista e de ações armadas contra a minoria Hazara, um grupo étnico xiita muçulmano.

Segundo as últimas informações, o grupo armado sunita, Lashkar-e-Jhangvi teria reivindicado as duas ações.