Última hora

Última hora

Guerra na Síria domina G8

Em leitura:

Guerra na Síria domina G8

Tamanho do texto Aa Aa

A situação na Síria deve dominar o primeiro dia dos trabalhos da cimeira dos oito países mais industrializados do mundo.

São poucas as esperanças de que Estados Unidos e a Rússia cheguem a um consenso sobre uma solução de paz para o conflito durante o G8 que hoje começa Enniskillen, na Irlanda do Norte.

O presidente dos EUA, Barack Obama, deverá ter uma reunião tensa com o colega russo, Vladimir Putin, durante a cúpula do G8 na Irlanda do Norte, nesta segunda-feira, devido às discordâncias dos países a respeito do conflito na Síria.

Ao encontrar Putin pela primeira vez em um ano, Obama tentará convencer o líder russo a atrair o presidente sírio, Bashar al-Assad, para a mesa de negociações. Mas Putin já alertou que o Ocidente poderá agravar o conflito e espalhá-lo para o resto do Oriente Médio se decidir armar os rebeldes sírios.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anfitrião da cúpula do G8, admitiu que há uma “grande diferença” entre as posições da Rússia e do Ocidente a respeito da Síria, mas salientou que há também um terreno comum entre as potências industrializadas desse grupo

O repórter da Euronews lembra que “O mundo é hoje um lugar muito diferente quando comparado o temop em que este clube foi criado. Estes oito líderes podem realmente cumprir as promessas que estão prestes a fazer, quando as superpotências emergentes, como China e Índia não estão ainda sentados à mesa? “