Última hora

Última hora

Judo: Grand Prix de Miami fecha com oito medalhas a "falar" português

Em leitura:

Judo: Grand Prix de Miami fecha com oito medalhas a "falar" português

Tamanho do texto Aa Aa

Com uma modesta participação de Portugal, o Grand Prix de Miami, em judo, acabou por dar algumas alegrias ao Brasil, que deixou a prova com oito medalhas na bagagem. O português Sergiu Oleinic foi quem levou a equipa das quinas mais alto, ao chegar às meias-finais na categoria de -66kg. O atleta do Sporting, porém, deixou fugir a final diante do russo Abdula Abdulzhalilov, que viria a ganhar a medalha de ouro, e, na discussão pelo bronze, Oleinic foi derrotado pelo brasileiro Luiz Revite.

Ao bronze masculino em -66kg, os “canarinhos” iriam ainda juntar mais sete medalhas: Hugo Pessanha (-100kg), Nathalia Brígida (-48kg) e Eric Takabatake (-60kg) foram medalhas de prata; Breno Alves (-60kg), Rafael Buzucarini (-100kg), Mauro Henrique moura (-81kg) e Walter Santos (-100kg) ganharam a de bronze.

De resto, com sete categorias a passar pelo tapete no segundo e último dia do Grand Prix de Miami, as medalhas de ouro masculinas premiaram o coreano Soo-Whan Kim (+100kg), o russo Zafar Makhmadov (-100kg), o cubano Asley Gonzalez (-90kg), o britânico Tom Reed (-81kg), o belga Dirk van Tichelt (-73), o russo Abdula Abdulzhalilov (-66kg) e o mongol Kherlen Ganbold (-60kg). O ouro feminino foi para a japonesa Megumi Tachimoto (+78kg), a francesa Audrey Tcheumeo (-78kg), a alemã Iljana Marzok (-70kg), a francesa Clarisse Agbegnenou (-63kg), a norteamericana Marti Malloy (-57), a cubana Yanet Bermoy Acosta (-52kg) e para a húngara Eva Csernoviczki (-48kg).