Última hora

Última hora

Putin alerta para o perigo do apoio bélico aos rebeldes sírios

Em leitura:

Putin alerta para o perigo do apoio bélico aos rebeldes sírios

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin lançou um alerta contra os que querem fornecer armas aos rebeldes sírios, numa alusão aos Estados Unidos. A Síria vai ser um dos temas principais da cimeira do G8 que começa esta segunda-feira na Irlanda do Norte. Num encontro com David Cameron, o presidente russo frisou a ilegalidade de um apoio bélico a quem não respeita valores humanos, sem nunca referir diretamente Washington.

“Acredito que não podemos negar que o sangue mancha as mãos de ambas as fações. Estou convicto que não há necessidade de apoiar pessoas que abrem os corpos dos inimigos e comem os intestinos publicamente em frente a câmaras. São estas as pessoas que querem apoiar, são eles a quem vão fornecer armas?”, questionou o Presidente Russo.

Após a referência de Putin a um vídeo amador publicado no mês passado, Cameron respondeu às preocupações do líder de uma Rússia que também fornece armas a Damasco, segundo, Putin, dentro da lei. “Podem confirmar que existem grandes diferenças entre a análise que temos sobre o que se passou na síria e que é o culpado. Mas existe terreno comum, ambos vemos uma catástrofe humanitária, vemos os perigos da instabilidade e extremismo. Ambos queremos ver a uma conferência de paz e transição.

Washington decidiu fornecer armas aos rebeldes depois de acusar Damasco de recorrer a armas químicas.

Mas no G8 em Belfast, há mais assuntos na ementa das discussões. A ONG OXFAM tentou chamar a atenção dos líderes mais poderosos do planeta para o problema da fome do mundo com uma receita em que o fim da evasão fiscal é um importante tempero.