Última hora

Última hora

A Ucrânia novamente dividida entre a UE e a Rússia

Em leitura:

A Ucrânia novamente dividida entre a UE e a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Um presidente sob sanções europeias e outro que aspira a aproximar-se aos 27. O líder bielorrusso Alexander Lukashenko reuniu-se esta terça-feira, em Kiev, com o presidente ucraniano, Viktor Yanukovitch. Uma visita com um objetivo preciso, tentar convencer a Ucrânia a integrar a união aduaneira russa, que inclui igualmente o Casaquistão e a Bielorrússia.

“A Ucrânia vai continuar a seguir na rota da integração europeia, o que é que isso quer dizer para nós? Quer dizer antes de mais atingir os padrões europeus em todos os aspetos”, afirmou Yanukovitch.

Lukashenko, por outro lado reiterou a vontade de que, “a Ucrânia faça parte da união aduaneira russa, para se aproximar de nós. Muito foi escrito e dito sobre isto mas é a pura verdade”.

A Ucrânia volta assim a estar dividida entre o Leste e o Ocidente. Para solucionar o dilema, Yanukovitch afirmou que a União Europeia é agora a prioridade do país, embora não descarte uma cooperação com a União Aduaneira russa, desde que não afete as relações com a UE.

A correspondente da euronews, em Kiev, afirma: “Viktor Yanukovych afirma que a Ucrânia escolheu o caminho de uma maior integração com a Europa, mas o problema continua a ser a forma como vai equilibrar a aproximação a Bruxelas com as relações económicas com a União aduaneira russa.