Última hora

Última hora

Bósnios mantém pressão sobre governo

Em leitura:

Bósnios mantém pressão sobre governo

Tamanho do texto Aa Aa

Multiplicam-se as homenagens à bebé bósnia vítima de um braço de ferro político.

A criança podia tratada na Sérvia, mas para isso precisava de um passaporte.

Flores, velas e mensagens estão a ser deixadas em frente ao Parlamento bósnio para avivar a memória dos deputados.

“Vamos continuar a vir aqui até que a situação esteja resolvida. Esperamos que alguém nos ajude a resolver este problema” refere uma mulher.

Outra adianta: “Os políticos falharam e desiludiram-nos. São pagos para nos ajudar, mas quando precisamos deles e nos momentos mais difíceis deixam-nos entregues à nossa sorte.”

A criança chegou a dar entrada num hospital em Belgrado, mas tarde demais.

As manifestações pelo direito à identificação começaram há cerca de duas semanas. A população diz que é tempo dos políticos chegarem a um entendimento.

Os legisladores propõem, agora, um documento válido para três meses. Os manifestantes exigem uma solução definitiva.