Última hora

Última hora

Vendas de carros caem para mínimos de duas décadas

Em leitura:

Vendas de carros caem para mínimos de duas décadas

Tamanho do texto Aa Aa

Há 20 anos que não se vendiam tão poucos carros na União Europeia. Em maio, segundo a Associação Europeia de Construtores Automóveis, venderam-se pouco mais de um milhão de veículos. Trata-se do nível mais baixo desde maio de 1993.

Após a subida de 1,7% em abril, a primeira em 19 meses, o mercado voltou a cair. Desta vez recuou 5,9%.

No Reino Unido e na Bélgica as vendas subiram, mas em França a queda foi de 10,4% e na Alemanha, o maior mercado europeu, as vendas recuaram 9,9%.

A tendência negativa não deverá inverter nos próximos meses, tendo em conta a fraca procura, o elevado desemprego, a fragilidade económica na Europa e o excesso de produção. O ano de 2013 deverá ser, por isso, o sexto ano de crise do setor.

Entre as marcas, a francesa PSA Peugeot Citroën foi a mais atingida em maio. As vendas recuaram mais de 13%. Seguiram-se a General Motors, a Fiat e a Renault, com uma contração de dois dígitos.