Última hora

Última hora

Karzai não dialoga com os talibã se não controlar o processo

Em leitura:

Karzai não dialoga com os talibã se não controlar o processo

Tamanho do texto Aa Aa

O Afeganistão não vai participar nas conversações de paz com os talibã. Foi o presidente Hamid Karzai quem o anunciou, excluindo-se das negociações lideradas pelos Estados Unidos, cujo arranque está previsto ainda para esta semana. É justamente o facto de não serem os afegãos a conduzir este processo que é apresentado como o motivo para a decisão.

Os talibã acabam de abrir uma representação política em Doha, no Qatar, tendo assumido uma bandeira própria e a designação de Emirado Islâmico do Afeganistão, o que Karzai também não está disposto a aceitar. O boicote às negociações pelo Alto Conselho para a Paz, entidade criada pelo presidente afegão para negociar com os insurgentes, tem mais uma razão de ser: o ataque com rockets à base de Bagram, na noite passada, que provocou a morte de quatro soldados americanos, é considerado como mais uma declaração de violência ao poder no Afeganistão.