Última hora

Última hora

Obama regressa a Berlim

Em leitura:

Obama regressa a Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco anos depois de ter enchido as ruas de Berlim com gente e esperança, o presidente norte-americano Barack Obama regressa pela primeira vez à capital alemã, mas desta vez há menos entusiasmo e mais indignação.

Segurança apertada em torno do hotel onde o homem forte da Casa Branca vai pernoitar. Obama fica na Alemanha 25 horas apenas, depois de ter estado na Irlanda do Norte, onde participou na cimeira do G8.

Os alemães não esquecem o que Obama era antes de se tornar o homem forte da Casa Branca e o que é agora.

As promessas não cumpridas de fechar a prisão de Guantánamo, o maior recurso dos Estados Unidos aos aviões militares não tripulados (drones) e mais recentemente as revelações sobre o ampliado programa de vigilância dos Estados Unidos desencantaram alguns alemães.

A visita acontece quando se assinalam os 50 anos do famoso discurso de esperança dos tempos da guerra fria de John Kennedy “ich bin ein berliner” (eu sou um berlinense), mas os tempos e as vontades são agora outros.