Última hora

Última hora

Eurotúnel: Bruxelas dá ultimato à França e ao Reino Unido

Em leitura:

Eurotúnel: Bruxelas dá ultimato à França e ao Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

França e Reino Unido têm dois meses para reduzir as taxas que cobram pelo tráfego ferroviário no túnel do Canal da Mancha, o Eurotúnel. O ultimato foi dado pela Comissão Europeia, que ameaça levar o caso ao Tribunal Europeu de Justiça.

A Comissão quer ver baixar os preços dos bilhetes pagos pelos passageiros entre Londres, Paris e Bruxelas.

Helen Kearns, porta-voz do Comissário europeu dos Transportes, explicou: “Devido às taxas excessivas no Canal da Mancha, os passageiros estão a pagar mais do que deviam pelos bilhetes e os transportadores de mercadorias e os seus clientes estão a pagar demasiadas taxas. 43% da capacidade do túnel não está a ser usada e há mercadorias a serem transportadas na Europa através de camiões em vez de comboio, o que provoca congestionamentos e poluição”.

Atualmente, o Eurotúnel cobra 4320 euros por cada passagem de um comboio de passageiros, aos quais se juntam 16,60 euros por viajante. Já para os comboios de mercadorias a taxa mínima é de 3600 euros.

O tráfego de mercadorias no túnel tem vindo a diminuir e o de passageiros aumenta mas ligeiramente. No ano passado, o comboio de alta velocidade Eurostar transportou 9,9 milhões de pessoas.