Última hora

Última hora

Obama omite Síria no discurso de Berlim

Em leitura:

Obama omite Síria no discurso de Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

Num calor abrasador em Berlim, o Presidente Barack Obama não teve a receção de há cinco anos, quando era candidato, mas proferiu o discurso como chefe de Estado, na porta de Brandeburgo, à semelhança de tantos outros presidentes americanos, como Reagan ou Kennedy.

E numa altura em que as atenções se centram no conflito Sírio, com a Rússia pouco satisfeita com as intenções de Washington fornecer armas aos rebeldes, Barack Obama falou de redução de armamento nuclear.

“Após uma análise detalhada, posso dizer que podemos garantir a segurança da América e dos aliados, mantendo uma posição estratégica forte e credível, mesmo reduzindo as armas nucleares num terço. E eu vou procurar negociações com a Rússia para regressarmos ao número de ogivas existentes antes da guerra fria”, disse.

Um dos pontos altos da visita relâmpago de Barack Obama à capital alemã foi a cerimónia no muro de Berlim, na companhia da mulher Michelle, e da Chanceler Angela Merkel e o marido.