Última hora

Última hora

Nuvem de poluição adensa crise sanitária e diplomática no sudeste asiático

Em leitura:

Nuvem de poluição adensa crise sanitária e diplomática no sudeste asiático

Tamanho do texto Aa Aa

As queimadas ilegais na Indonésia continuam a provocar uma extensa nuvem de poluição que afeta grande parte do sudeste asiático.

Pelo quarto dia consecutivo, Singapura estava coberta por um espesso fumo, quando o pico de poluição no território atingiu o nível mais alto de sempre, considerado altamente perigoso para a saúde.

Uma estudante afirma que, “eu pensava que a situação não era assim tão grave, mas à medida que o tempo vai passando, parece cada vez mais perigosa e espero que consigam resolver este problema o mais rapidamente possível, para evitar o pior para a nossa saúde”.

O governo indonésio, reunido ontem de emergência, ordenou a extinção imediata das queimadas ilegais na Ilha de Sumatra, que estão na origem da situação. As autoridades estão a tentar provocar precipitação sobre a zona, quando os incêndios poderão durar várias semanas.

Na Malásia, o ministro da educação anunciou o encerramento temporário das escolas.

A situação que se repete todos os anos, entre Junho e Setembro, é a mais grave de sempre. Os responsáveis de Singapura deverão reunir-se hoje com as autoridades indonésias num momento em que a nuvem de poluição inflama as relações diplomáticas e ameaça a economia e em especial o turismo na região.