Última hora

Última hora

Ullrich admite ter-se dopado

Em leitura:

Ullrich admite ter-se dopado

Tamanho do texto Aa Aa

Mais um mito do ciclismo a cair: Jan Ullrich, vencedor da volta a França em bicicleta em 1997, admitiu ter usado doping e ter sido tratado pelo médico espanhol Emiliano Fuentes, no centro de um escândalo de dopagem descoberto há sete anos.

O Dr. Fuentes, suspeito de fornecer substâncias dopantes e praticar transfusões sanguíneas a vários grandes nomes do ciclismo, foi descoberto numa megaoperação lançada em 2006 pela Guardia Civil Espanhola.

Ullrich não especificou, mas esta confissão significa que estava, provavelmente, dopado quando se tornou no único alemão, até agora, a vencer o Tour.

Acrescentou: “Não sou melhor nem pior que Lance Armstrong”, o norte-americano que perdeu, recentemente, os sete títulos conquistados na prova e foi o grande rival na carreira do alemão.