Última hora

Última hora

Albânia: oposição reclama vitória nas legislativas de domingo, partido no poder rejeita derrota

Em leitura:

Albânia: oposição reclama vitória nas legislativas de domingo, partido no poder rejeita derrota

Tamanho do texto Aa Aa

Eleições legislativas na Albânia ainda sem vencedor. Quando estavam contados 24 por cento dos votos, a oposição socialista surgia na liderança do escrutínio de domingo.

De acordo com a Comissão Eleitoral, a Aliança Renascimento de Edi Rama segue na frente em várias regiões nomeadamente na capital, Tirana, e Shkodra, no norte do país.

O escrutínio ficou mais uma vez marcado pela violência. Um militante da oposição foi morto num tiroteio em Lac, a 40 quilómetros de Tirana. Três pessoas ficaram feridas, entre elas um candidato do partido no poder que ficou gravemente ferido.

A aliança de esquerda de Edi Rama, o candidato da oposição e ex-presidente da câmara de Tirana, afirma ter conquistado 84 dos 140 deputados no parlamento, o que a confirmar-se lhe daria a maioria absoluta.

Mas a coligação de direita do primeiro-ministro Sali Berisha não parece ter a mínima intenção de reconhecer outro resultado que não seja a vitória. O chefe de governo cessante candidatou-se a um terceiro mandato.

Nas eleições de 2009, os resultados só foram anunciados quatro dias depois do escrutínio.