Última hora

Última hora

África do Sul não desiste de rezar por Nelson Mandela

Em leitura:

África do Sul não desiste de rezar por Nelson Mandela

Tamanho do texto Aa Aa

A África do Sul está inteira com a família Mandela, nas orações pelo restabelecimento da saúde do antigo presidente.

Junto ao hospital de Pretória onde Nelson Mandela deu entrada há pouco mais de duas semanas, centenas de pessoas acorrem todos os dias com flores e mensagens de apoio.

Os sul-africanos não escondem a gratidão e o medo de perderem o homem que os libertou de décadas de apartheid.

Nas ruas, sucedem-se as declarações de afeto:

“Ele é o pai da nossa nação. É por isso que queremos ter a certeza que continua vivo. Se ele continuar vivo, os nossos corações podem abrir-se”.

“Sim, as pessoas estão a rezar por ele. Ele é um modelo para nós há muito tempo. Quero dizer, lutou por nós, deu-nos a liberdade, se não tivesse sido ele…”

A infeção pulmonar de que sofre Mandela não dá sinais de recuar. O seu estado de saúde continua crítico.

“Penso que ele tocou o coração de todos os sul-africanos e penso que tocou o coração das pessoas do mundo inteiro. É uma perda pessoal tremenda para cada sul-africano e para nós todos como nação”.

Em Joanesburgo, a família está toda reunida na residência de Qunu, onde Nelson Mandela viveu os últimos anos desde que abandonou as funções oficiais.

A infeção de que sofre o pai da nação arco-íris será consequência da tuberculose contraída durante os anos passados na prisão de Roben Island e tem tido recaídas frequentes nos últimos dois anos.