Última hora

Última hora

Impasse entre EUA e Rússia atrasa conversações sobre a Síria

Em leitura:

Impasse entre EUA e Rússia atrasa conversações sobre a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Lakdhar Brahimi não tem grandes esperanças na resolução do conflito sírio para breve. Em Genebra, o mediador da ONU e da Liga Árabe declarou que uma nova ronda de conversações de paz, anunciada no início deste mês, não deverá arrancar tão cedo. Isto sobretudo porque Washington e Moscovo continuam a ter agendas diferentes em relação a este assunto.

Nas palavras de Brahimi, “duvido que a conferência aconteça em julho. Gostaria mesmo muito que os governos vizinhos e as grandes potências, especialmente os Estados Unidos e a Rússia, agissem para evitar que a situação se descontrole, não só na Síria, mas em toda a região.”

Aproveitando a visita do secretário de Estado americano, John Kerry, o responsável diplomático da Arábia Saudita afirmou “não ser lógico o facto de a Rússia armar publicamente o regime sírio.” O Príncipe Saud al-Faisal denunciou ainda o perigo que representa o envolvimento do Irão e do Líbano – em Sidon, foram mortas mais de 50 pessoas na segunda-feira.

Na Síria, o cerco aos rebeldes é cada vez mais cerrado em torno de Alepo. Um alegado bombardeamento destruiu um edifício a 30 quilómetros da cidade. Duas pessoas foram retiradas com vida dos escombros. Uma delas é uma criança.