Última hora

Última hora

Samaras vê novo governo grego como garante da "estabilidade"

Em leitura:

Samaras vê novo governo grego como garante da "estabilidade"

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego diz que o novo governo tem como objetivo garantir a “estabilidade” política para permitir ao país sair da crise.

Os 42 membros da aliança entre a Nova Democracia de Antonis Samaras e os socialistas do Pasok prestaram juramento esta terça-feira. O líder socialista Evangelos Venizelos torna-se no “número dois” do governo, acumulando o cargo de vice-primeiro-ministro e a pasta dos Negócios Estrangeiros.

Samaras foi obrigado a uma remodelação depois do Dimar – o mais pequeno dos três parceiros de coligação – abandonar o executivo em desacordo com o fecho da rádio e televisão pública, a 11 de Junho.

Depois do primeiro Conselho de Ministros do novo executivo, o primeiro-ministro frisou que “as prioridades imediatas são o regresso à recuperação económica, a criação de emprego, atrair investimento e fazer tudo o possível para evitar novas medidas de austeridade”.

Samaras apelou também aos seus ministros para trabalharem para garantir que o país receba a próxima fatia de ajuda internacional e esteja preparado para a presidência rotativa da União Europeia no primeiro semestre de 2014.

O correspondente da euronews, Stamatis Giannisis, diz que “os parceiros de coligação prometeram cumprir a integralidade do mandato, que terminará em Junho de 2016. Para tal, terão de pôr de lado as divergências ideológicas e políticas. Se falharem, será muito difícil manter esta frágil coligação”.