Última hora

Última hora

Egito: Dois mortos e centenas de feridos em confrontos no norte do Cairo

Em leitura:

Egito: Dois mortos e centenas de feridos em confrontos no norte do Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

A violência entre apoiantes e opositores ao presidente Mohamed Morsi volta a fazer vítimas no Egito.

Esta quarta-feira, pelo menos duas pessoas morreram e mais de duas centenas ficaram feridas em confrontos no norte da cidade do Cairo.

A três dias do primeiro aniversário da eleição do presidente, o exército toma conta das ruas da capital. A tensão é muito forte:

“O povo egípcio vai descer às ruas para mudar o subdesenvolvimento e acabar com a divisão que resultou da revolução de 25 de janeiro e com o uso abusivo do nome da religião nos últimos tempos pelos intelectuais e extremistas religiosos”, diz este cariota.

Os militares cumprem ordens do ministro da Defesa, a quem o presidente pediu para garantir a segurança das instalações vitais do país. O próprio Morsi fala aos egípcios esta noite.

O nosso correspondente no Cairo, Mohammed Shaikibrahim, faz o ponto da situação:

“Um estado de tensão latente e a antecipação de medidas preventivas nas ruas do Cairo na contagem decrescente para as manifestações que vão pedir a queda do sistema político, acompanhadas por fortes medidas de segurança em torno dos edifícios governamentais para tentar evitar surpresas e que a situação fique fora de controlo”.