Última hora

Última hora

Manifestações continuam no Brasil

Em leitura:

Manifestações continuam no Brasil

Tamanho do texto Aa Aa

Após duas semanas de protestos a iniciativa da presidente Dilma Rousseff de convocar uma Assembleia Constituinte para tratar especificamente das reformas políticas foi chumbada mas a proposta para um referendo mantém-se.

Confrontada com o maior protesto do país em duas décadas, por melhores serviços públicos e pelo fim da corrupção generalizada, Dilma anunciou um amplo pacote na segunda-feira para acalmar a população.

No entanto, as manifestações prosseguiram hoje em Belo Horizonte, São Paulo, Goiânia e Rio de Janeiro.

“Queremos um Brasil diferente, um Brasil com qualidade de vida em que as pessoas possam confiar nos políticos.”

Na semana passada, mais de um milhão de pessoas foram às ruas por melhores serviços públicos, para denunciar a corrupção e os gastos em estádios para o Mundial de Futebol 2014.

No Rio de Janeiro, os manifestantes desfilaram pela na Avenida Brasil e repetiram as queixas.

“O governo dá muita importancia ao futebol mas as pessoas no prato não comem bola”.

Acampados desde sexta-feira, manifestantes permanecem em frente ao apartamento governador do Estado do Rio de Janeiro de Sérgio Cabral.

O governador convidou, no início da tarde desta terça-feira, os líderes do grupo acampado para ouvir as suas reivindicações.