Última hora

Última hora

Dia de greve em Portugal

Em leitura:

Dia de greve em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

Os portugueses têm esta quinta-feira um dia difícil. O país funciona a meio gás devido à greve geral decretada pela CGTP e pela UGT.

Os números da adesão não são oficiais, mas as centrais sindicais apresentam valores entre os 60 e os 90%.

Abílio Carvalho do Sindicato dos Transportes afirma:
“A maioria dos trabalhadores estão na greve geral e estão contra estas medidas. Se o governo continuar a ser tão intransigente como tem sido até agora, é muito grave aquilo que está a acontecer no nosso país”.

Segundo os sindicatos, a saúde e os transportes são os setores mais atingidos. Em Lisboa são poucos os transportes públicos que funcionam e há quem se queixe:

“Podem ter todas as razões e acho que sim, que é um direito a greve, mas acho que, pelo menos os serviços mínimos, deviam assegurar”.

“Não faço greve, tenho que ir trabalhar, se não o patrão não me paga e eu preciso do dinheiro”

Esta é a segunda greve conjunta das duas centrais indicais desde a tomada de posse deste governo. Para além da greve, há manifestações em várias cidades do país.