Última hora

Última hora

Obama homenageia Mandela e as vítimas da escravatura

Em leitura:

Obama homenageia Mandela e as vítimas da escravatura

Tamanho do texto Aa Aa

Obama iniciou, esta quinta-feira, no Senegal, um périplo de uma semana por África, que o levará ainda à África do Sul e à Tanzânia.

Mal pisou o território africano, prestou homenagem a Nelson Mandela, que considerou um “herói do mundo”.

E cumpriu a tradição. Tal como todos os chefes de Estado que visitam o Senegal, Obama deslocou-se, na companhia do seu homólogo senegalês, Macky Sall, à Ilha de Gorée,

Uma ilha que foi um ponto de passagem dos escravos, a caminho da América. Mesmo os que eram provenientes da costa do Índico.

“Não é fácil esquecer que os nossos avós, os nossos bisavós foram colocados nestas condições. Mas nós perdoámos. E por isso, queremos que esta relação entre Estados Unidos e nós próprios, de alguma forma, recorde essas ações, para que todos possam assumir o papel que tiveram nessa tragédia” – a memória da escravatura, nas palavras do presidente de uma ONG.

Obama manifestou solidariedade aos homossexuais africanos, perseguidos. Macky Sall respondeu, dizendo o Senegal não está ainda preparado para despenalizar a homossexualidade.

A visita do Presidente dos Estados Unidos foi saudada pela população, nas ruas de Dakar, a capital.

Do Senegal, Obama seguirá para a África do Sul