Última hora

Última hora

Presidente egípcio admite ter cometido erros

Em leitura:

Presidente egípcio admite ter cometido erros

Tamanho do texto Aa Aa

Redução da taxa de desemprego, aumento do salário mínimo e todo um conjunto de reformas políticas. Promessas feitas pelo chefe de Estado egípcio, num discurso à nação, a poucos dias de completar o primeiro ano de mandato.

Mohamed Morsi que propõe, ainda, a formação de uma comissão multipartidária responsável pela introdução de modificações pontuais na Constituição admitiu ter cometido erros.

Os manifestantes concordam e dizem que é tempo de partir.

“O discurso de Morsi devia acalmar as pessoas e não o contrário. Não há razões para que os egípcios se matem uns aos outros” refere um homem.

Outro adianta: “Morsi não vive neste planeta. Não existe qualquer ligação entre o presidente e o povo, nem com aqueles que estão a manifestar-se. Este senhor vive no planeta da Irmandade Muçulmana.”

Para este domingo está prevista uma mega manifestação para exigir eleições presidenciais antecipadas, quatro dias depois de opositores e apoiantes de Morsi se terem envolvido em confrontos que provocaram dois mortos e perto de 300 feridos.