Última hora

Última hora

Greve em Portugal pede demissão do Governo

Em leitura:

Greve em Portugal pede demissão do Governo

Tamanho do texto Aa Aa

As duas centrais sindicais juntas, em mais uma greve geral, contra a austeridade imposta, em Portugal, pelo Governo de Pedro Passos Coelho.

CGTP e UGT uniram-se no protesto para exigir a demissão do Governo.

O executivo recusa a guerra dos números de adesão, mas adianta que o país não parou.

O sector público foi o mais afectado, começando pelos transportes. O Metro de Lisboa nem sequer abriu portas e os comboios também não andaram.

Em Lisboa, houve apenas serviços mínimos de autocarros.

As repartições públicas não abriram as portas e, no ensino, muitas crianças e jovens ficaram à porta das escolas.

No sector da saúde, os serviços mínimos ajudaram a minorar os efeitos da greve. Na região de Lisboa, o Hospital de Santa Maria manteve bons níveis de desempenho. Mas nos outros, muitas consultas e cirurgias foram adiadas.

O lixo ficou nas ruas. A adesão dos trabalhadores à greve foi significativa.