Última hora

Última hora

Egito: tensão permanece nas ruas

Em leitura:

Egito: tensão permanece nas ruas

Tamanho do texto Aa Aa

A violência de sexta-feira deu lugar a uma calma tensa nas principais cidades do Egito.

As manifestações provocaram a morte de três pessoas, entre elas um estudante norte-americano esfaqueado no peito em Alexandria.

Várias sedes da Irmandade Muçulmana do presidente Mohamed Mursi foram igualmente atacadas.

Na capital, Cairo, a mítica Praça Tahrir foi ocupada por opositores ao regime. Os manifestantes acusam o presidente e o seu partido, Irmandade Muçulmana, de estarem a monopolizar o poder e a esmagar quaisquer vozes discordantes.

Na noite de sexta-feira, milhares de apoiantes de Mursi concentraram-se nas ruas do Cairo para demonstrarem o apoio ao presidente.

No domingo, assinala-se um ano desde a subida de Mursi ao poder naquelas que foram as primeiras eleições livres realizadas no país.