Última hora

Última hora

Egipto: manifestantes reclamam saída de Morsi

Em leitura:

Egipto: manifestantes reclamam saída de Morsi

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de manifestantes enchem a praça Tahrir no centro do Cairo este domingo.

Os manifestantes reclamam a demissão do presidente Mohamed Morsi que assinala um ano desde a subida ao poder.

Trata-se ainda do ponto mais alto da campanha Tamarrod que significa rebelião em árabe, movimento que conta com o apoio de numerosas personalidades e da oposição laica, liberal e de esquerda.

“Nós elegemo-lo para que providenciasse segurança, alimentação, eletricidade, combustível e tudo o resto. As necessidades básicas. Após um ano no poder e vários anos após a revolução, ele não fez absolutamente nada. Por isso temos que afastar a Irmandade Muçulmana e não apenas Morsi”, afirma Ahmed Shawqi, um manifestante presente na praça histórica.

Um ano cumprido sobre as primeiras eleições livres do país, muitos egípcios afirmam-se descontentes com a situação.

Falta de segurança, inflação galopante e escassez de bens essenciais são os principais problemas.

Os organizadores da petição Tamarrod afirmam que já contam com mais de 22 milhões de assinaturas.

Até ao momento, contudo, estes números ainda não foram confirmados de forma independente.