Última hora

Última hora

Obama conclui viagem à África do Sul com iniciativa energética e homenagem a Mandela

Em leitura:

Obama conclui viagem à África do Sul com iniciativa energética e homenagem a Mandela

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama concluiu na Cidade do Cabo uma visita à África do Sul marcada pelo estado crítico da saúde de Nelson Mandela, que não permitiu ao presidente norte-americano encontrar-se com o herói da luta contra o Apartheid.

Obama visitou juntamente com Desmond Tutu, outro ícone sul-africano, a fundação de luta contra a SIDA presidida pelo arcebispo.

Na Universidade do Cabo, o presidente norte-americano anunciou que os Estados Unidos vão desbloquear sete mil milhões de dólares, nos próximos cinco anos, para duplicar o acesso à eletricidade na África Subsariana.

Obama frisou que “o acesso à eletricidade é fundamental para criar oportunidades hoje em dia. É a luz que permite às crianças estudar, a energia que permite transformar uma ideia num negócio, a linha condutora para que as famílias alcancem as necessidades mais básicas e a ligação necessária para que a África esteja integrada na rede da economia global”.

Tal como fez em 2006, quando era senador, Obama visitou a prisão de Robben Island onde Mandela passou 18 anos encarcerado. O presidente norte-americano exortou a África a seguir o exemplo do prémio Nobel da Paz de 94 anos, que continua hospitalizado em estado crítico na sequência de uma infeção pulmonar.