Última hora

Última hora

Nova direção do Banco do Vaticano vai ajudar na "limpeza" da instituição

Em leitura:

Nova direção do Banco do Vaticano vai ajudar na "limpeza" da instituição

Tamanho do texto Aa Aa

A nova direção do Banco do Vaticano, liderada pelo alemão Ernst von Freyberg, vai ajudar a acelerar reformas.

Von Freyberg assumiu a direção do Instituto para as Obras de Religião, o chamado Banco do Vaticano, após o diretor e o vice-diretor da instituição terem apresentado a demissão na segunda-feira.

As demissões de Paolo Cipriani e Massimo Tulli surgem no seguimento de uma série de escândalos que atingiram a instituição. O mais recente envolve a detenção de monsenhor Nunzio Scarano, preso na sexta-feira a bordo de um avião, acusado de fraude e corrupção.

“A limpeza é sempre boa. Graças a Deus que o Papa pegou na vassoura e começou a varrer”, disse um padre.

“Este Papa é especial. Ele é muito popular e estas coisas devem sair cá para fora em vez de ficarem escondidas”, disse uma habitante de Roma.

Recorde-se que o Papa Francisco criou na passada quarta-feira uma comissão de inquérito para o Banco do Vaticano com a finalidade de recolher “informações precisas sobre a situação jurídica e as várias atividades do Instituto”.