Última hora

Última hora

Está instalado o mal-estar entre La Paz e Lisboa

Em leitura:

Está instalado o mal-estar entre La Paz e Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

A Bolívia responsabiliza países como Portugal e França pela escala forçada do avião de Evo Morales no aeroporto de Viena. Tudo porque Lisboa e Paris negaram o acesso ao espaço aéreo. Na origem da decisão, suspeitas de que a bordo do aparelho – que partiu da Rússia com destino à Bolívia – estivesse o norte-americano, Edward Snowden.

“Rejeitamos categoricamente essa versão e denunciamos as mentiras e o conluio dos Estados Unidos e a utilização de governos europeus com o objetivo de prejudicar a imagem do governo boliviano e do Presidente Evo Morales” afirma Ruben Saavreda, Ministro da Defesa da Bolívia.

De visita à Rússia, também o chefe de Estado venezuelano criticou a atitude dos países europeus que só mais tarde autorizaram a passagem do avião presidencial. Um caso que a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) vai debater numa reunião extraordinária.

Edward Snowden que continua, ao que tudo indica, encurralado no principal aeroporto de Moscovo pediu asilo político a vários países, entre eles a Bolívia.