Última hora

Última hora

Filmes para todos os gostos em Karlovy Vary

Em leitura:

Filmes para todos os gostos em Karlovy Vary

Tamanho do texto Aa Aa

Os filmes da seleção oficial do Festival de Cinema de Karlovy Vary, na República Checa são amplamente variados.

“XL” do realizador Marteinn Thorssen é um retrato do devasso senador Leifur Sigurdarson, um mulherengo imparável e alcoólatra, que é forçado a ir para uma clínica de reabilitação pelo seu amigo e chefe, o primeiro-ministro da Islândia.

Marteinn Thorsson:“Acho que é um problema universal, é um problema quando não é falado nas notícia ou nos media. Quando não se fala de alcoolismo, quando Gerard Depardieu está bêbado…Ou quando Berlusconi dá as suas festas, todo este tipo de comportamento. Dominique Strauss Kahn, todas estas pessoas no poder e ninguém menciona o assunto”.

O documentário “The Manor” é sobre a família extravagante do realizador Shawney Cohen, que é dono de um clube de “striptease”.

Shawney Cohen: “Eu acho que é normal ser disfuncional e ter problemas e ainda assim tentar ser uma família. Conheço muitas famílias que têm casos semelhantes, a desmoronar. Acho que o que é surpreendente sobre a nossa família em “The Manor”, é que durante 30 anos, temos vindo a atravessar um negócio complicado, um negócio que muita gente acha que é algo moralmente incorreto e fomos capazes de sobreviver todos estes anos, jantar e discutir como uma família normal. Isso surpreende as pessoas”.

“Papusza”, um filme a preto e branco segue a história de uma mulher poeta de Roma. O filme também foca a grande angular na comunidade cigana, e nas suas experiências durante a Segunda Guerra Mundial.