Última hora

Última hora

Rússia e Bolívia indignadas com o incidente com o avião de Morales

Em leitura:

Rússia e Bolívia indignadas com o incidente com o avião de Morales

Tamanho do texto Aa Aa

Indignação na Bolívia e na Rússia por causa do incidente com o avião do presidente boliviano, Evo Morales.

Moscovo considera que “as ações das autoridades da França, Espanha e Portugal podem dificilmente ser consideradas amigáveis em relação à Bolívia, bem como à Rússia”, acrescentando que a interdição de sobrevoar o espaço aéreo destes países “podia criar uma ameaça à segurança dos passageiros” do avião.

Evo Morales afirma que se tratou de “uma provocação a um continente e não apenas a um presidente”, não compreendendo porque é “alguns países são tão subservientes do imperialismo norte-americano”.

Evo Morales regressava de uma reunião em Moscovo quando o seu avião foi obrigado a fazer uma escala de 13 horas em Viena depois da França, Espanha e Portugal terem impedido a aterragem ou o sobrevoo dos seus territórios a uma aeronave onde suspeitavam que se encontrasse Edward Snowden, o ‘garganta funda’ do maior escândalo de espionagem do século XXI, que os Estados Unidos querem julgar por ter revelado as escutas ilegais sistemáticas, levadas a cabo pelas autoridades de Washington.