Última hora

Última hora

Egito: Adversários convocam novas manifestações

Em leitura:

Egito: Adversários convocam novas manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

O ambiente é de alta tensão no Cairo, depois de uma noite de confrontos entre opositores e apoiantes de Mohamed Morsi. A Irmandade Muçulmana apela à mobilização para devolver a cadeira do poder ao presidente deposto. O movimento Tamarrod, na base das manifestações que levaram à queda de Morsi, também convocou um protesto para domingo para travar a mobilização da Irmandade Muçulmana. Um manifestante defende: “As nossas exigências foram ouvidas mas as da Irmandade Muçulmana não. O que eles querem é sangue, enquanto nós pedimos pão, liberdade e justiça social.”

Trinta pessoas morreram nos confrontos de ontem, em várias cidades do país, de acordo com dados do ministério da Saúde. Mais de mil pessoas ficaram feridas, segundo a imprensa estatal. No Cairo, os defensores e opositores de Morsi enfrentaram-se pela noite dentro. Sexta-feira sangrenta também em Alexandria, onde morreram 14 pessoas.