Última hora

Última hora

El Baradei a favor da integração da Irmandade Muçulmana

Em leitura:

El Baradei a favor da integração da Irmandade Muçulmana

Tamanho do texto Aa Aa

Mohamed El Baradei considera que a Irmandade Muçulmana deve fazer parte do futuro político do Egito. Em entrevista ao Der Spiegel, o opositor do presidente deposto defende que o presidente deposto, Mohamed Morsi, “deve ser tratado com dignidade” numa lógica de “reconciliação nacional”.

As declarações são publicadas depois da agência de notícias egípcia e de várias fontes políticas terem apontado El Baradei como o próximo primeiro-ministro. A informação acabou por ser desmentida, ainda que o novo presidente admita o antigo Nobel da Paz como “a escolha mais lógica” para a chefia do governo egípcio.

Seja qual for o nome escolhido, o próximo primeiro-ministro herda um país mergulhado numa espiral de violência. “Não interessa se é El Baradei ou outra pessoa que vem para o governo”, defende um manifestante. “O mais importante é ultrapassar a crise, não queremos chegar a uma guerra civil. Queremos que o país atravesse este período de forma pacífica”, conclui.

Para este domingo, foram convocados novos protestos para a capital. Os opositores de Morsi voltam a concentrar-se na Praça Tahrir, enquanto os defensores do presidente deposto mantêm-se junto à universidade do Cairo.