Última hora

Última hora

Águas de Fukushima atingem radioatividade recorde

Em leitura:

Águas de Fukushima atingem radioatividade recorde

Tamanho do texto Aa Aa

O Japão planeia reativar vários reatores nucleares, fechados depois do desastre de Fukushima, de há dois anos.

Isto numa altura em que análises à água da região mostram um nível de radioatividade recorde. Os níveis de césio, em Fukushima, estão 90 vezes mais altos que o valor médio.

A água radioativa pode, em breve, desaguar no Oceano Pacífico, alertam os especialistas.

Ao mesmo tempo que planeia a reabertura dos reatores, o Japão anunciou novas regras que pretendem evitar a repetição de um desastre nuclear como este. A fuga nuclear em Fukushima foi provocada pelo tsunami de março de 2011 e foi o pior acidente nuclear desde Chernobyul, em 1986.

A reabertura dos reatores é defendida pelo governo como uma medida necessária para reduzir a fatura da importação de energia.

Uma notícia que voltou a centrar as atenções em Fukushima foi a morte do gerente da central, Masao Yoshida, vítima de cancro. Isto embora a doença não esteja relacionada com a radioatividade.