Última hora

Última hora

Egito: Apoiantes de Mursi iniciaram o Ramadão

Em leitura:

Egito: Apoiantes de Mursi iniciaram o Ramadão

Tamanho do texto Aa Aa

No Cairo, apoiantes de Mohamed Mursi oraram e tomaram a última refeição antes do início do Ramadão.

Há 12 dias que milhares de muçulmanos estão reunidos no exterior de uma mesquita no nordeste da cidade, recusando-se a abandonar o local enquanto Mursi não regressar ao poder.

Na segunda-feira, 55 deles foram mortos em confrontos com a polícia e o exército.

“A coisa mais dura é ver um muçulmano ser morto por outro muçulmano egípcio. Estamos no início do Ramadão, mas não estamos felizes. Como posso sentir-me feliz, quando os nossos irmãos foram mortos?”, disse um apoiante de Mursi.

“Tenho a certeza que o advento do Ramadão trará alegria ao povo egípcio e Mohamed Mursi voltará a estar connosco a orar. Se Deus quiser celebraremos o fim do Ramadão juntos”, afirmou uma outra apoiante.

Entretanto o primeiro-ministro interino, Hazem El-Beblawi iniciou esta quarta-feira os trabalhos para a formação de um novo gabinete recebendo os líderes liberais Mohamed ElBaradei e Ziad Bahaa-Eldin.