Última hora

Última hora

Espanha: Rajoy e Partido Popular debaixo de fogo

Em leitura:

Espanha: Rajoy e Partido Popular debaixo de fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Por toda a Espanha, centenas de pessoas manifestaram-se terça-feira em frente das sedes do Partido Popular (PP) exigindo a demissão do chefe do governo, Mariano Rajoy.

Em causa estão alegados casos de corrupção no seio do PP denunciados pelos media.

“PP é sinónimo de corrupção. Exigimos que se demitam e que se convoquem novas eleições”; disse uma manifestante em Madrid.

A Imprensa espanhola destaca detalhes de alegadas atividades do ex-tesoureiro do PP, Luís Barcenas, que se encontra preso.

No entanto em comunicado o Partido Popular, continua a desmentir a existência de contabilidade paralela no partido e alega desconhecer os documentos do ex-tesoureiro publicados pelo jornal El Mundo.

“Ponho as mãos no fogo pelo presidente Rajoy”, disse Jorge Fernandez Diaz, ministro do Interior.

O diretor do El Mundo diz ter entregue ao juiz Pablo Ruz o documento original que recebeu do ex-tesoureiro e cujos detalhes revelou no jornal.

O documento é um original dos chamados “papéis de Barcenas” publicados em janeiro pelo jornal El Pais e que tanto o PP como, até agora, o próprio Barcenas tinham desmentido.

Barcenas está detido desde 27 de junho, por ordem do juiz Pablo Ruz, no âmbito de um mega processo de corrupção e vários crimes financeiros em que é arguido.