Última hora

Última hora

Exportações chinesas recuam 3,1 por cento em junho

Em leitura:

Exportações chinesas recuam 3,1 por cento em junho

Tamanho do texto Aa Aa

As exportações chinesas acusaram um recuo inesperado no mês de junho. As vendas ao exterior registaram uma quebra de 3,1 por cento quando muitos analistas tinham previsto um crescimento de 4 por cento. Trata-se do pior resultado desde 2009. As importações também sofreram uma queda que ninguém esperava.

Contudo, depois da publicação dos números, Peter McGuire, da Baxter FX, afirma não ser uma surpresa e ser possível um abrandamento da economia chinesa nos próximos meses, porque o país teve um crescimento muito elevado durante tantos anos que não é possível manter o ritmo.

As exportações para os Estados Unidos recuaram 5,4 por cento e para a União Europeia 8 por cento. Mas a queda nas exportações deve-se também à ação das autoridades de Pequim que lançaram em maio uma campanha contra as faturas falsas. A falsificação destes documentos aumentou artificialmente as exportações e as importações em 75 mil milhões de dólares nos primeiros quatro meses do ano, de acordo com um estudo do ministério chinês do comércio, citado na imprensa local.