Última hora

Leonardo bateu com a porta. O brasileiro irá abandonar o cargo de diretor desportivo do Paris Saint-Germain assim que fechar o mercado de transferências. Na origem da demissão está a suspensão de que foi alvo pela Federação Francesa de Futebol por ter empurrado um árbitro num encontro da temporada passada e que o deixa impossibilitado de estar com a equipa até 30 de junho de 2014.

Ainda assim Leonardo continua em busca de reforços para o clube parisiense, a prioridade passa por assegurar a contratação de Edinson Cavani ao Nápoles.